Histórico

CIRCUITO TURÍSTICO GUIMARÃES ROSA

O Circuito Turístico Guimarães Rosa é um circuito de cunho literário que nasceu de experiências realizadas por amantes da literatura, que percorrem o sertão de Minas pelo prazer “de tocar com a mão e ver com os próprios olhos” as paisagens e os lugares onde se passam as estórias de Guimarães Rosa.

O sertão primitivo e mágico é apresentado por Guimarães Rosa como aquela “outra voz”, que normalmente se cala, tímida, diante de uma sociedade dita “moderna”, urbana, de “altas tecnologias”. É essa outra voz, a voz do poético, que o escritor nos convida a escutar no sertão real, na sua terra natal e no seu espaço de andanças.

Neste circuito, inspirado na vida e na obra do escritor, são realizados expedições, caminhadas eco-literárias, momentos de contação de estórias e encontros culturais, no território iluminado pelas estórias de amor, de humor e de pura poesia.

Atualmente fazem parte do Circuito os municípios de: Araçaí, Buritizeiro, Corinto, Curvelo, Inimutaba, Morro da Garça, Pirapora, Presidente Juscelino, Santo Hipólito e a Basílica de São Geraldo em Curvelo,  que constituem o centro irradiador dos cenários da literatura roseana.

Dentre os atrativos existentes nos 9 municípios do circuito destacamos o Museu Casa Guimarães Rosa, em Cordisburgo (terra natal do escritor) e Município de Honra do Circuito, com a presença dos Contadores de Estórias Miguilim, que narram trechos da obra, nos locais onde as estórias se passam, que exibe acervo das estórias e da vida do lendário vaqueiro.

No livro “Joãozito: Infância de João Guimarães Rosa”, o escritor escreve uma belíssima carta em resposta ao convite recebido para participar da Semana da Comunidade em Curvelo.

Destinado às pessoas que gostam de estórias, de literatura e que desejam conhecer e usufruir da vida simples, da cultura rica e bela do sertão mineiro, retratadas na obra de Guimarães Rosa, este Circuito propõe roteiros relacionados à:

  •  visitas e excursões pelos municípios-cenário da obra de Guimarães Rosa, podendo ser realizado para grupos em qualquer época do ano, mediante solicitação prévia.
  • manifestações culturais do sertão mineiro, na vida cotidiana dos municípios e em suas festas populares religiosas e tradicionais.

Em síntese:

Pelos caminhos do sertão podemos apreciar o engenho e a arte de viver do sertanejo; os sons das violas e dos berrantes; as festas tradicionais, religiosas e populares; cavalgadas; passeios de barco pelo rio São Francisco; capelas e fazendas; cafés sertanejos; “causos”, estórias e belas caminhadas literárias com contadores que narram trechos da obra de João Guimarães Rosa.

Observações:

– Curvelo, Pirapora são as cidades de maior estrutura de hospedagem, tem maior número de hotéis, restaurantes.

– Morro da Garça, Araçaí, Inimutaba, Presidente Juscelino, Buritizeiro possuem pequenos meios de hospedagem (simples hotel, pensão ou pousada) e alguns bares e/ou restaurantes (porém todas elas estão se organizando para tal). São cidades também acolhedoras e de uma singeleza cativante.

O Circuito foi criado legalmente em 05 / 12 / 2003 e certificado pela Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais em 11 / 02 / 2005.

Morro da Garça é a sede do Circuito, cidadezinha sertaneja, cenário do conto “O Recado do Morro” de João Guimarães Rosa. Está localizada no Centro de Minas Gerais, a 210 km da capital mineira.

 

Mais Informações:

Gestor: Marco André Oliveira Martins Malaquias

Tel: (38) 9973 0580

E-mail: gestor@circuitoguimaraesrosa.com.br

 

Se gostou, compartilhe!
Compartilhar
PDF24    Enviar artigo em PDF